04.07.2020

Enquanto muitas estrelas estão encontrando maneiras de celebrar o 4 de Julho nesse final de semana, Miley Cyrus está usando sua plataforma para protestar o feriado nacional e falar sobre direitos humanos. A cantora relembrou seus 111 milhões de seguidores na rede social que nem todas as pessoas nos Estados Unidos parecem ter “liberdade e justiça”.

“Isso foi em 2017”, Cyrus escreveu no Instagram nesse sábado, onde ela publicou um vídeo antigo de um discurso dela antes de cantar “Party In The USA” num festival. “Parece AINDA MAIS relevante AGORA. Não é uma festa nos EUA até vermos Liberdade e Justiça PARA TODOS. Você me ouviu? PARA TODOS! Foda-se o 4 de Julho até que haja liberdade.”

No vídeo, filmado há três anos atrás no iHeartRadio Music Festival, ela diz: “Não é uma festa nos EUA se nós não temos igualdade, união, justiça, compaixão, bondade, oportunidade, saúde, educação, não-violência. Então, porra, sim, será uma festa nos EUA. Vamos ver. Se todos nos encontrarmos, vamos nos certificar de que sim, porque não vou desistir. Não podemos parar, certo?”.

“Party in The U.S.A.” é geralmente a favorita do Dia da Independência, pois as pessoas fazem fila para ouvir trilhas sonoras em suas comemorações. Em 2019, o videoclipe da música teve um pico de 240% de streaming no YouTube.

Fonte: Billboard


Publicada por: Elton Junior
relacionado
23.07.2020
relacionado
09.07.2020
relacionado
07.07.2020
relacionado
05.07.2020
comente a postagem!