01.07.2020

Já se passaram 9 anos, um mês e 16 dias. Mas a gente se lembra de quando saiu a notícia que Miley Cyrus tinha feito uma tatuagem no Brasil durante sua primeira vinda ao país.

O desenho escolhido? Uma âncora no pulso direito. O responsável pela tatuagem foi Fábio Sartori.

Fábio começou a trajetória como tatuador em 1998 como aprendiz e assim ficou até 2000, quando abriu o primeiro estúdio. Ele conta que sempre desenhou, mas não via um futuro para ele no mundo das artes e não era um desejo se tornar tatuador, pois não tinha muito conhecimento na área e na época, a tatuagem no Brasil ainda era vista como uma arte um tanto marginalizada.

“Acabei parando em um estudio de tatuagem para trabalhar como desenhista para o tatuador proprietário, pois ele não desenhava. Já no estudio como aprendiz, acabei por me apaixonar pela arte da tatuagem e o resto é história”, diz.

Passaram alguns anos até que a história o levou a tatuar uma das maiores estrelas pop da atualidade, Miley Cyrus no dia 15 de maio de 2011 no Hotel Unique em São Paulo.

O tatuador revela que como era um domingo, estava em casa quando o telefone tocou. Ele havia sido recomendado por uma cliente que soube através da equipe de Miley no Brasil que ela e parte da equipe queriam fazer uma tatuagem.

“A principio, a produtora disse que ‘alguns membros da equipe da Miley’ queriam fazer uma tatuagem. Eu pensei ‘ok, é domingo, mas abro o estudio numa boa e atendo essa galera'”, relembra.

A produtora avisou que iria comunicar a equipe e retornaria em 40 minutos.

“Então ligaram de volta e disseram que na verdade a Miley também gostaria de tatuar, mas era inviável ela sair do hotel. Tive que ir até o hotel para atender ela e sua equipe”, conta.

Fábio só soube o que Miley e a equipe queriam tatuar quando chegou no hotel. Inclusive, no local, ele conheceu a mãe da estrela, Tish Cyrus.

“Um membro da equipe tatuou dentro dos lábios a palavra ‘Slut’ e ela e as amigas tatuaram uma âncora para simbolizar a amizade delas. Desenvolvi na hora os desenhos para eles”, relembra.

Segundo o tatuador, Miley estava ‘de boa’, mas ansiosa como todo mundo que vai fazer uma nova tatuagem.

“Ela não era marinheira de primeira viagem e por isso já sabia como era a dor de uma tattoo”, diz.

O novo desenho no pulso direito de Miley chamou atenção de diversos fãs que foram na “Gypsy Heart Tour”. Para Fábio, é gratificante ver seu trabalho no corpo de uma estrela como Cyrus.

Apesar de já ter tatuado outros famosos, como Alejandro Claveaux, Mel Lisboa, Luiza Possi e Henrique Fogaça, ele revela que nenhum trabalho teve tanta repercussão como a Miley.

“Na época soube que a notícia saiu em vários veículosdo mundo. Foi bem interessante ver a matéria na página do MSN no dia seguinte de manhã. Até hoje os fãs da Miley me procuraram para fazer a mesma tatuagem”, conta.

Morando atualmente em Portugal, o tatuador revela que está praticamente recomeçando a carreira do zero no país, mas quando as pessoas descobrem que tatuou a Miley, ficam sempre impressionadas.

“Ainda me procuram devido à isso (o fato de ter tatuado Miley). Alguns outros descobrem depois de tatuarem comigo e ficam sempre muito surpresos”, afirma.

Quer saber mais sobre o trabalho de Fábio Satori? Siga ele no Instagram: @fabiosatori.


Publicada por: Larissa Vilarinho
relacionado
18.07.2020
relacionado
28.06.2020
relacionado
12.05.2020
relacionado
30.05.2019
comente a postagem!