18.06.2020

Hoje, sim, HOJE fazem exatos 10 anos do lançamento do álbum Can’t Be Tamed. O tempo está passando muito rápido!

Para comemorar esses 10 anos, o #TBT de hoje será para relembrar alguns marcos que o álbum alcançou desde sua estreia… Será que vocês lembram?

Primeiramente, Can’t Be Tamed foi a forma de Miley finalmente cortar todas as ligações que ela tinha com o grupo Disney. Em diversos trechos das músicas ela acaba denunciando como era libertador estar fazendo um trabalho por ela mesma e que tinha sua total personalidade.

O single com mesmo nome do álbum, é o que mostra isso de forma mais escancarada, pela letra e também pelo videoclipe, em que Miley está dentro de uma gaiola, como uma ave. Um marco em sua carreira!

Outro single lançado por ela, foi “Who Owns My Heart”, essa já com uma pegada mais “balada pop”, também de uma garota totalmente solta e independente. A famosa “música chiclete” que é impossível não gostar!

“Liberty Walk” também foi lançada como single, mas de forma digital e exclusiva pelo Itunes, com uma versão remixada (e muito boa) feita pela Rock Mafia.

Can’t Be Tamed não foi um disco aclamado pelos experts da música, pelo contrário… Foi duramente criticado, e inclusive, isso refletiu nos charts, do álbum como um todo, e dos singles que em nenhum momento conseguiram chegar em #1 no Hot 100 da Billboard. Você sabia disso?

Mas isso não impediu a afronta, na época, à Disney e a abertura que Miley deu para todos realmente conhecerem quem ela era. As músicas são únicas e diferenciadas, o que agradou muito sua legião de fãs! Além de possuírem letras tocantes e reais, afinal, quem nunca chorou ao som de “Stay”?

E no fim das contas, agradar seus fãs, é o que importa, né?

E para vocês? Qual a melhor música ou momento dessa Era? Contem para nós!


Publicada por: Giovanna Bianchi
relacionado
02.07.2020
relacionado
25.06.2020
relacionado
11.06.2020
relacionado
04.06.2020
comente a postagem!