Na coluna dessa semana, decidimos dividir com vocês as três razões, listadas pela Forbes, do porque o plano de lançamento dos novos álbuns da Miley é brilhante.

Um tempo atrás, a Miley anunciou de surpresa que, além das músicas novas do álbum “She Is Coming”, ela teria outros EPs lançados de tempos em tempos, ao invés de tudo de uma vez só. Serão 3 EPs com 6 músicas cada, que posteriormente estarão em apenas um álbum com um nome diferente. Neste mês de Junho, Miley debutou em 5º lugar no Billboard 200 e os próximos EPs devem seguir o mesmo caminho.

Os 3 motivos selecionados pela Forbes:

Isso a mantém lançando música

Hoje o mundo da música anda muito rápido. Se antigamente um artista passava anos em estúdio, depois anos em turnê e promovendo o álbum, hoje isso não existe mais. Hoje em dia, o tempo médio de lançamento de novo material de um artista deve ser de até um ano ou no máximo um ano e meio. Caso contrário, o artista pode ficar mais para o limbo esquecido, saindo dos principais.

Lançando EPs de meses em meses, Miley vai oferecer aos seus fãs o que eles querem, só que em menos quantidade por vez. Ao contrário de correr o risco de ser esquecida algumas semanas após o lançamento do álbum e tendo que se promover com programas, entrevistas e turnê, Miley optou pelo lançamento em 3 partes e ganhar desse sistema.

Um novo lançamento, mesmo que poucas semanas após o lançamento do último, já deixará os fãs animados o suficiente para comprar e acompanhar a sequência.  

Preços mais baratos podem resultar em mais vendas

Os super fãs sempre irão comprar todos os álbuns, mas existem muitos ouvintes casuais que são mais difíceis de convencer. A equipe de Miley acredita que oferecer o álbum “She is Miley Cyrus em pequenas doses e com preços menores, vai convencer o público a comprar mais. O EP de 6 músicas custa menos de 6 dólares, o que é um roubo da arte de qualquer um.

Os fãs irão completar o projeto até o fim

Quando o último EP She is Everything for lançado, os fãs terão a opção de “completar a compra” no iTunes e ter, enfim, a coleção completa de forma irresistível. O mesmo acontece quando os ouvintes compram algumas músicas que lançam antes do álbum completo, sendo, assim, possível comprar sem pagar o preço integral do álbum… Ou assim é o que parece no final, né?

Esse formato pode não adicionar muitas vendas para sua história, mas cada pouco sempre ajuda.

Matéria original da Forbes: https://www.forbes.com/sites/hughmcintyre/2019/06/13/three-reasons-why-miley-cyrus-new-album-rollout-plan-is-brilliant/#45bc07684617