Matérias

Mãe de menina transsexual sobre Miley Cyrus: “Ela é minha heroína!”

By maio 11, 2015 No Comments

024

Depoimento de para o site Huffington Post

Diga o que quiser sobre Miley Cyrus, mas a menina tem uma incrível capacidade de chamar atenção. E, o que eu sempre amei nela, mesmo quando suas atitudes me faziam estremecer, é que ela não parece se importar com o que as outras pessoas dizem ou pensam. Esse tipo de auto-confiança, especialmente em uma garota dessa idade, sempre me surpreendeu.

Mas, agora ela se tornou a minha heroína.

Você já ouviu falar da Fundação Happy Hippie? Se sim, você consegue entender por que o trabalho dela me emociona. Ela relata como 40% dos jovens sem-teto se identificam como LGBT e como 1 em cada 3 jovens transgêneros mantêm distância de abrigos. Ela fundou uma organização para ajudar jovens sem-teto, inclusive os homossexuais e outras populações vulneráveis, a atingirem resultados positivos em suas vidas.

E a Miley não é do tipo que só fala. Ela arrecadou mais de 200 mil dólares em 24 horas para a My Friends Place, uma organização dedicada a ajudar jovens sem-teto. Mal consigo ler sua descrição das estatísticas de jovens sem-teto sem chorar.

A divulgação de Miley Cyrus para sua fundação é muito inteligente. Ela está realizando sessões de música acústicas em seu quintal com grandes nomes como Joan Jett e publicando no Facebook para ajudar a aumentar a conscientização. Vocês sabem, ninguém é mais descolado que a Joan Jett, né??

Em algum lugar ao longo do caminho, a antiga Hannah Montana amadureceu a ponto de se tornar uma jovem que tem a atenção do mundo com uma voz sobre questões muito adultas. Sua recente entrevista na revista Out Magazine pintou o retrato de uma jovem mulher que está se descobrindo e que possui o desejo de usar sua influência para mudar o mundo para a juventude.

Como mãe de uma menina transsexual de 9 anos, eu me encontro animada para compartilhar que Miley está muito consciente das questões de gênero e abraça uma vida livre da alienação que tradicionalmente as pessoas se encontram. 

Minha filha não chegou a conhecer a Hannah Montana (que acabou há alguns anos), mas ela é muito consciente sobre quem é a Miley Cyrus. Eu queria poder ter filmado o sorriso que se espalhou pelo rosto dela quando eu compartilhei a notícia. Embora a minha filha se identifique fortemente como uma mulher, eu ainda carrego no meu coração aqueles que se identificam com os dois sexos. Sinto que eles estão desesperadamente sub-representados e enfrentam ainda mais barreiras. Eu estou muito feliz porque Miley foi aberta e bastante sincera sobre seu desejo de não ser colocada numa caixa e afastada dos problemas da sociedade.

Obrigada, Miley. Estou verdadeiramente impressionada com o seu trabalho e estou muito feliz porque você é um exemplo para minha filha.

Sim, eu disse isso. E foi exatamente isso o que eu quis dizer.