Hannah Montana

Miley Cyrus fala sobre sua linha de batons em nova entrevista!

By janeiro 14, 2015 No Comments

009

Miley Cyrus se sentou com Alessandra Stenherr, repórter da GLAMOUR, para falar sobre a nova linha de maquiagem de Miley com a MAC chamada Viva Glam. A entrevista foi realizada durante a conferência de imprensa de Miley para a linha em outubro do ano passado.

Sobre trabalhar com a MAC: “Eu acho que é importante para mim, uma pessoa que fala com tantos jovens o tempo todo, ser capaz de tirar proveito da plataforma que eu tenho. É por isso que a MAC é tão legal – eles fazem a mesma coisa. É muito fácil você ter de tudo e não querer compartilhar com ninguém, mas o pessoal da MAC está usando seu poder para o bem, incentivando as pessoas a ajudarem.”

Sobre lançar seu próprio perfume: “Eu não quero. Porque, se você começa a se envolver com muitas grandes empresas e corporações, eles podem tentar passar a controlar a sua vida. Eu não quero que ninguém controle a minha vida, além de mim mesma, e eu não quero ter que dar satisfação de nada a ninguém.”

Eu tenho, com a MAC, certa liberdade e eles nunca iriam me pedir para fazer isso, então é foi por isso que eu me juntei a eles – eles ficam felizes pelas pessoas, em vez de tentar forçá-las a ser de determinado jeito… Só porque você fazer algo, como um perfume, maquiagem, etc., você não deve ser responsável por uma empresa inteira. Você só deve ser responsável pela sua própria vida.

Essa parceria é a melhor coisa para mim, porque compartilhamos o mesmo foco, que é se envolver com causas que realmente ajudam os outros e fazer as coisas que realmente importam, ao invés de apenas vender batom.”

Sobre pressão: “As mulheres vivem sob constante pressão. É MUITA pressão mesmo e chega a ser inSano. Tem sido assim desde sempre: pressão fisicamente e emocionalmente, como a maneira que nos sentimos por outras pessoas. É difícil para nós não sentir a dor dos outros – então só o fato de ser uma mulher é difícil. Além disso ainda temos o estresse, o que nos atinge muito, além do fato de que nós refletimos sobre tudo.

Hoje mesmo eu estava surtando com uma espinha enorme no meu rosto… Na minha adolescência a minha pele sempre foi ruim, e não melhorou! Mesmo que ninguém repare, eu sinto que todo mundo está sempre olhando para minha pele horrível. Mas isso é só insegurança feminina, eu sei.”